VOCÊ CONHECE OS 4 CAVALEIROS DA POBREZA? (PARTE 2)

O segundo cavaleiro é a evolução genética e cultural. Segundo Spencer Wells nossas mudanças sociais e avanços na agricultura aconteceram em uma velocidade muito maior do que a nossa evolução biológica acontece. Então nós temos o impulso e comer mais, de comprar coisas desnecessárias.

O que precisamos fazer para controlar esse segundo cavaleiro? Se for um item não essencial, como roupa, tablet, nós devemos apenas olhar e esperar uma semana, nunca comprar na hora. Fazendo isso, nós iremos reduzir pela metade o que iremos comprar. E a outra parte, a gente, normalmente, consegue engociar um preço melhor ou achar até um produto igual e mais barato.

O terceiro cavaleiro é a influencia familiar. Em alguns casos, a nossa família pode transmitir preconceitos de que pessoas ricas não são boas. É muito comum fazermos associações negativas ao dinheiro e frustrações amorosas. Ou em alguns casos extremos, algumas pessoas podem ter presenciado uma briga (ou brigas) dos pais por causa de dinheiro. E isso tudo vai criando algumas crenças negativas nas pessoas, que sem saber disso, sempre estão com problemas de dívidas.

Ao invés de focarmos em como aumentar nossas rendas, foco na solução, interpretamos o sistema financeiro como o grande causador de problemas em nossas vidas, as pessoas vão nutrindo ódio pelo dinheiro.

Agora vamos abordar o 4º cavaleiro, os hábitos negativos. Nossos comportamentos são baseados em hábitos. O que a gente faz hoje, é a mesma coisa que fizemos ontem, antes de ontem…E fazemos as mesmas coisas sem pensar, sem refletir.

Será que os hábitos das pessoas são de acúmulo de riqueza? Ou são hábitos de gastar, de apenas viver o presente, sem lembrar do futuro? Um dos hábitos que a maioria das pessoas tem, é gastar sem planejar, é depois eu vejo como pago. Outro hábito é associar diversão ou prazer a fazer compras, gastar dinheiro.
4cavaleiros da pobreza
Mas é possível mudar, através de educação e coaching financeiro, você pode desenvolver novos hábitos, hábitos saudáveis financeiramente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *