Saúde financeira em 2015

O ano de 2014 só acaba em 31 de dezembro de 2014, mas para o ano de 2015 ser saudável financeiramente o planejamento deve começar agora, pois a grande maioria das pessoas irá receber o 13º salário e é preciso cautela para usá-lo de forma correta e não gastar esse dinheiro extra com supérfluos.

Então esse é o momento ideal para você fazer um exame financeiro, um diagnóstico para saber a atual situação das contas e decidir corretamente o que fazer com o décimo terceiro salário.

Mas o que deve ser feito com esse bônus? Desde que foi instituído o 13º salário, muita gente espera ansiosamente a data de recebê-lo para sanar o desequilíbrio financeiro. Algumas pessoas recorrem aos bancos que antecipam o 13º salário na forma de empréstimo para quitar dívidas ou amortizá-las.

Pagar dívidas com esse benefício é combater apenas o efeito do endividamento. Essa atitude só mascara o verdadeiro problema que é a falta de educação financeira. Para ilustrar melhor o que eu falei acima, vou usar o seguinte exemplo: uma pessoa que sente dor de cabeça diariamente, e todos os dias ela toma um paracetamol para passar essa dor, ela está mascarando o verdadeiro problema que é a pressão alta. E para acabar com a dor de cabeça vai precisar mudar seus hábitos de vida, como praticar atividade física, ter uma alimentação saudável etc.

Isso é a mesma coisa com a educação financeira, a verdadeira causa do endividamento está nos hábitos nada saudáveis de consumo, mas a grande maioria das pessoas prefere tomar o comprimido e pronto. Então passa o ano esperando os “comprimidos”: 13º, 1/3 de férias, aumento de salário etc. E todo ano está nesse ciclo vicioso do endividamento.

O endividamento é um problema que tem que ser combatido com o próprio salário. Ou seja, com a redução de gastos. Provavelmente as pessoas que estão endividadas, não estão respeitando o seu padrão de vida.

A maioria das pessoas acha que quem pensa antes de comprar, que tem toda sua vida financeira planejada, é controlada pelo dinheiro, mas isso não é verdade, quem sabe o quanto ganha e o quanto gasta, na realidade controla o dinheiro. E as pessoas que não pensam antes de comprar, que não possuem um planejamento financeiro, são essas que são controladas pelo dinheiro, pois vivem querendo o 13º salário, o 1/3 de férias, a restituição do imposto de renda para pagar dívidas.

Então quem não controla seus gastos e rendimentos, na realidade é controlado pelo dinheiro, pois vai ter sempre o cartão de crédito estourado, não tem dinheiro pra passear com o filho etc.

Portanto, antes de ir gastando o 13º todo em compras e em festas, faça um exame da sua situação financeira. Faça uma relação dos seus gastos fixos e variáveis. Descubra para onde está indo cada centavo e veja onde você pode diminuir seus gastos ou quem sabe eliminar completamente.

Veja se você tem mais despesas do que seu dinheiro pode pagar, ou seja, descubra se está endividado. Se você está no azul, veja se você vai conseguir pagar as compras que pretende fazer nesse fim de ano e que as parcelas vão entrar em 2015, lembrando que no começo de 2015 você tem os gastos com material escolar, matrícula e impostos como IPTU.

Escolha compras, passeios ou viagens que estejam dentro do seu padrão de vida. Se a sua situação não permitir procure opções mais prazerosas e de menor valor. O principal é não se endividar com compras e viagens de fim de ano. Estabeleça um valor máximo para gastar com a ceia e com presentes, e não ultrapasse esse limite.

Ainda bem que nem todos estão endividados, então essas pessoas que estão no azul podem usar o 13º para começar a fazer uma poupança, se não tiver o hábito de poupar, pode começar agora e criar esse hábito todos os meses do novo ano.

Lembre-se, fim de ano é hora de ver o que deu errado e planejar os objetivos para o novo ano que chega. Reúna a família e veja quais são os objetivos para 2015 e os objetivos de médio e longo prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *