Diferença entre educação financeira e matemática financeira!

Você sabia que educação financeira e matemática financeira são diferentes? Muita gente acha que as duas são a mesma coisa, mas são diferentes. Vamos olhar as definições de matemática financeira e educação financeira retiradas do Wikipédia.

Educação financeira à tem por propósito auxiliar os consumidores na administração dos seus rendimentos, as suas decisões de poupança e investimento, consumir de forma consciente e ajudar a prevenir situações de fraude. Esta educação ganha importância com o aumento progressivo da complexidade dos mercados financeiros e produtos financeiros, e de mudanças demográficas, econômicas e políticas.

Matemática financeira à utiliza uma série de conceitos matemáticos aplicados à análise de dados financeiros em geral.

Os problemas clássicos de matemática financeira são ligados a questão do valor do dinheiro no tempo (juro e inflação) e como isso é aplicado a empréstimosinvestimentos e avaliação financeira de projetos.

 

Comparando as duas definições, concluímos que educação financeira é completamente diferente de matemática financeira. A educação financeira está ligada a emoção, hábitos e atitudes. Enquanto a matemática financeira é um conhecimento técnico de fórmulas matemáticas para se calcular valor de juros, saber o valor presente de uma dívida etc.

Por isso que encontramos, muitas vezes, pessoas com muito pouco conhecimento matemático financeiro (ou seja conhecimento técnico) sem dívidas, com reserva financeira para emergência e um patrimônio legal. Também encontramos pessoas com muito conhecimento técnico (formal), totalmente endividadas, sem reserva financeira para emergência, vivendo um padrão de vida fora da sua realidade financeira.

 

Eu acredito que o mais importante é o indivíduo possuir educação financeira e pouco conhecimento em matemática financeira; o ideal seria unir os dois, pois a pessoa iria viver dentro de sua realidade financeira e ainda construir um bom patrimônio para sua aposentadoria e família.

desigualdade financeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *